Search
  • Edgar Powarczuk

6 REGRAS PARA TIRAR A BUNDA DA CADEIRA

“Depois de tomar uma decisão, o universo conspira para que isso aconteça.” Ralph Waldo Emerson

Se você quiser fazer uma mudança permanente em sua vida, a força de vontade não o levará até lá. Se você deseja ficar mais saudável, parar de usar tanto as mídias sociais, melhorar seus relacionamentos, ser mais feliz, escrever um livro ou iniciar um negócio - a força de vontade não ajudará em nada disso.


O progresso pessoal e o sucesso são melhor abordados como se você estivesse superando um VÍCIO. Porque, literalmente, é isso que você está fazendo. Como seres humanos, todos nós temos vícios. Eu mesmo sou viciado em muitos outros comportamentos que contradizem meus objetivos. Todos somos viciados. E a dissonância cognitiva é um entorpecente.


Se você levar a sério as mudanças que deseja fazer, a força de vontade não será suficiente. Muito pelo contrário. Força de vontade é o que está prendendo você.


Força de vontade é uma abordagem errada para prosperidade e sucesso.


“Força de vontade é necessária para pessoas que ainda não sabem o que querem fazer.


Se você é obrigado a exercer força de vontade para fazer alguma coisa, existe um conflito interno óbvio. Você quer comer o biscoito, mas também quer ser saudável. Ambiente versus objetivo. O que você vai fazer? Você vai ser forte desta vez e resistir? Ou você vai desmoronar?


Segundo pesquisa psicológica, sua força de vontade é como um músculo . É um recurso finito que se esgota com o uso. Como resultado, no final de seus dias cansativos, seus músculos da força de vontade estão exaustos e você é deixado para o seu eu nu e indefeso - com controle zero para interromper a fome noturna e a perda de tempo.


Claramente, a pesquisa sobre força de vontade explica o comportamento humano. Mas apenas na superfície - os efeitos. O próprio fato de que a força de vontade é necessária vem de mais duas fontes fundamentais - as causas :


1. Você não sabe o que deseja e, portanto, está em conflito interno.

2. Você não se comprometeu com algo e criou condições que facilitam seu compromisso.


Se sua vida exige força de vontade, você não determinou completamente o que deseja. Porque uma vez que você toma uma decisão, o debate interno acaba. Como Michael Jordan disse: "Depois de tomar uma decisão, nunca mais pensei nisso".

Depois de decidir o que você quer, a decisão é tomada. Assim, todas as decisões futuras sobre esse assunto também foram tomadas. Sem perguntas.


Então, você está falando sério sobre isso? Ou você está apenas refletindo? Você ainda está em cima do muro ou decidiu? Até você decidir, será necessário usar força de vontade e continuará fazendo um progresso mínimo.


As 6 regras para tirar a bunda da cadeira


O que é compromisso? Como você sabe se está realmente comprometido com alguma coisa? Quando se trata de alcançar metas, o compromisso envolve:

  1. Investir antecipadamente

  2. Tornar público

  3. Definir uma linha do tempo

  4. Instalar várias formas de feedback /responsabilidade

  5. Convocar alguém (um amigo ou profissional que seja muito exigente) para te incentivar

  6. Remover ou alterar tudo em seu ambiente que se opõe ao seu compromisso


Então:


Você começará inscrevendo-se em uma corrida (Investimento). Você tornará isso público (Tornar público). Você vai montar um programa de treino até a data da corrida. (Definir uma linha do tempo) Você vai contratar um profissional, um coach, um mentor que o responsabilize. (Responsabilidade) Você contabilizará seu progresso e compartilhará com seu parceiro de responsabilidade (Feedback). Por fim, você removerá coisas em sua vida que o impedirão de correr. (Alterar o ambiente)


Compromisso significa que você constrói sistemas de defesa externos em torno de seus objetivos. Sua determinação interna, nua e indefesa num ambiente oposto, não é compromisso. Se você está realmente comprometido com algo, a dúvida e descrença se dissipam. Se você está comprometido em correr uma maratona, vai colocar tudo no lugar para garantir que isso aconteça. Você não vai deixar isso ao acaso.


Criando condições que tornam o sucesso inevitável: o ambiente


Não importa quanta resolução interna você tenha, se não mudar seu ambiente. É aqui que a abordagem da força de vontade falha. A abordagem da força de vontade não se concentra em mudar o ambiente, mas em aumentar os esforços pessoais para superar o ambiente atual. O que acaba acontecendo? Você acaba sucumbindo ao seu ambiente, apesar de seus maiores esforços para resistir. O ambiente é mais poderoso que sua resolução interna. Como ser humano, você sempre assume a forma dos ambientes em que se coloca continuamente.


Consequentemente, o melhor uso de suas escolhas é projetar conscientemente ambientes que facilitem seus compromissos. Na verdade, se você está realmente comprometido com algo, é exatamente isso que você fará.


Se você está tentando parar de beber álcool, deve deixar de estar 1) perto de pessoas que bebem álcool e 2) em locais que servem álcool. Você precisa realmente decidir que está pronto, se comprometer e criar um ambiente para tornar inevitável o sucesso do seu compromisso.


Se você quer se tornar um alpinista profissional, precisa se cercar de alpinistas profissionais e orientar todo o seu estilo de vida para esse objetivo.


É assim que a evolução funciona. Nós nos adaptamos aos nossos ambientes. Assim, a evolução consciente envolve escolher ou criar ambientes propositadamente que nos moldam na pessoa que queremos nos tornar.


Tudo na vida é um processo natural e orgânico. Nós nos adaptamos e evoluímos com base nos ambientes que selecionamos. Você é quem você é por causa do seu ambiente. Quer mudar? Então mude seu ambiente.


Se você ainda precisa usar força de vontade, é sinal que:

  • Você ainda não se decidiu.

  • Seu desejo por seus objetivos não é forte o suficiente.

  • Você não se comprometeu totalmente com o que vai fazer.

Seu ambiente se opõe aos seus objetivos. Portanto, você não criou um ambiente que torne seus objetivos inevitáveis. Em vez de focar no seu comportamento, concentre-se no seu ambiente. Seu ambiente - incluindo as pessoas com quem você se cerca - é o indicador mais claro de quem você é e de quem está se tornando.


E agora, que atitude você vai tomar?


Com base em texto de Benjamin Hardy.

3 views0 comments

Recent Posts

See All