Search
  • Edgar Powarczuk

Qual é o filé mignon da vida?

No meu trabalho, ao atender millenials ou sessentões, uma pergunta persiste: o que a vida tem que ter para valer a pena? Como enuncia Clóvis Barros Filho: qual é o filé mignon da vida? Essa é pergunta mais importante desde que o homem pensa para viver.


Talvez as abordagens desses quatro grandes pensadores da humanidade possam te ajudar:


Aristóteles: o filé mignon da vida é buscar a excelência de si mesmo. A felicidade é ir o mais longe possível para devolver ao mundo o teu potencial em forma de talento.


Sócrates: viver uma vida digna e viver uma vida filosófica, dedicada ao questionamento, à interrogação, ao conhecimento as coisas.


Jesus: o filé mignon da vida é aquele assumidamente dedicado ao outro, é permitir que o outro viva melhor do que viveria se você não existisse.


Spinoza: se a vida é energia, a vida boa é com muita energia (potência de agir), a tesão por continuar vivo. A alegria é a maior distancia da morte.


Rosseau: para a vida boa são essenciais a liberdade para decidir e a fidelidade aos próprios valores.


Eu tento extrair da filosofia um mantra para empreendedores: quebre o galho de alguém hoje.


Assista a palestra de Clovis Barros Filho: https://www.youtube.com/watch?v=q4E8g9L2PK4

0 views0 comments

Recent Posts

See All

©2021 by Edgar Powarczuk. Proudly created with Wix.com